terça-feira, 8 de maio de 2007

BACH, J. S. – Passacaglia

Originalmente é uma dança lenta de corte em compasso ternário. Seu nome (francês: passacaille, espanhol: o passacalle ou o pasacalle) deriva do espanhol - Pasa calle - (passar pela rua), que supostamente representaria a música feita por músicos de rua.
A partir do século XVII tornou-se um movimento instrumental lento em compasso ternário, baseado em uma linha melódica grave, que se repete a cada variação nas vozes superiores, em um movimento lento em 3/4. A passacaglia tem uma grande semelhança com a Chaconne, exceto que a melodia principal passa por todas as vozes. O número de variações da Passacaglia é indeterminado e podem possuir diversas nomenclaturas, de acordo com o caráter da variação. Um dos mais conhecidos exemplos de Passacaglia é a Passacaglia para órgão em do menor de Johann Sebastian Bach, BWV 582. Talvez a Passacaglia mais ouvida seja o movimento final da IV Sinfonia de Johannes Brahms (embora Brahms não o chame explicitamente de Passacaglia, mas segue as regras de construção) O Passacaglia vem resistindo ao tempo, ainda sendo utilizada por muitos compositores até nossos dias.

Nenhum comentário: