quarta-feira, 20 de junho de 2007

MOUSSORGSKY, Modest - Uma noite no Monte Calvo

O título desta obra originalmente foi Noite de São João, tendo permanecido inédita durante toda a vida de Mussorgski. Na verdade, Uma Noite no Monte Calvo nasceu da intenção do autor de compor algo inspirado numa peça de Mengden intitulada A Bruxa. Para tal, valeu-se ainda dos estudos sobre bruxaria de Khotinski. Em cartas enviadas a Rimski-Korsakov (em 5 de junho de 1867) e a Vladimir Nikolski (12 de junho do mesmo ano), Mussorgski define o plano de sua obra da seguinte forma: Reunião das bruxas, suas discussões e conversas de comadre; Cortejo de Satã; Glorificação maléfica de Satã; Sabá. Existe uma versão original, a versão orquestrada por Rimski-Korsakov, que ajudou a ocultá-la, escrevendo, em suas Crônicas de Minha Vida Musical, que ela fazia parte das obras inacabadas de Mussorgski. Considerando satisfatórios todos os aspectos da partitura, Korsakov afirmara ter decidido “compor, com materiais de Mussorgski, uma peça para orquestra que conservasse tudo o que o autor nela colocou de melhor e acrescentando o menos possível de (sua) imaginação”. O que constitui-se numa mentira, visto as transformações na liguagem harmônica e nos detalhes do texto tornarem quase impossível falar-se em fidelidade ao original.

Um comentário:

Leonardo disse...

já vi esse texto no site do musopen* e já comentei lá que a história da música não é bem essa.